Eventos Feministas

26 outubro 2010

Quem disse que menina não toca guitarra? The Runaways (Filme)

 
Hoje "pipocam" bandas de rock femininas, mas a poucas décadas atrás,o rock era coisa pra macho.

E em uma época de pioneiras, todas as mulheres almejando se destacar em uma área ainda não conquistada, eis que é formada em 73 The Runaways,banda de rock apenas com meninas, letras que exaltavam o poder feminino, e criticavam os homens da época como verdadeiros "bundões".
Imaginem o tamanho do estardalhaço!Para o bem... e para o mal. A crítica conservadora norte-americana pegava pesado com elas, o que talvez explique a ascensão e o fracasso meteórico da banda.
No filme, com roteiro e direção de Floria Sigismondi, (diretora de clipes de bandas como White Stripes, David Bowie, Interpol e The Cure), a inadequação social e inquietação de Joan Jett,guitarrista-base da banda, são bem demonstradas por Kristen Stewart, sempre retraída, tímida e masculinizada - passando bem longe da donzela em apuros de Crepúsculo.
E mostra a vocalista Cherie Currie (vivido por Dakota Fanning)como "o apelo comercial" que a banda precisava:loira e incrivelmente sexy.E a atriz Dakota arrasa no estilo "luz na passarela que lá vem elaaa".Na hora que ela aparece, as outras "somem", "sabecomoé"?
E o filme...é revolucionário como a banda? O filme têm todos os clichês de cinebiografias sobre músicos: Momento "manchetes da imprensa voando pela tela"? Está lá. Excessos das drogas? Idem. Ego e fama subindo à cabeça, causando desentendimentos? Pode apostar. "Beijinho" lésbico...ops, tambeeeeeeém.
E como o filme foi inspirado na autobiografia "Neon Angel: The Cherie Currie Story, The Runaways" de Cherie Currie,e ela estava o tempo todo nas filmagens, outras integrantes ou não aceitaram contar sua história (Lita Ford e Jett nunca se deram bem),ou faleceu. 'as vezes dá a impressão que "é a história de uma dupla", é bastante parcial.
E faltou um in memoriampara Sandy West, que morreu vítima de câncer.
O filme é bom ou não? É um filme com uma atmosfera retrô interessante e as atrizes muito bem caracterizadas, parecidas mesmo.E retrata a inocência perdida na marra,dificuldades em se crescer, e as que vêm com o sucesso. Além disso, têm uns figurinos capazes de virar tendência.;)
Para mim, o mais importante mesmo é o registro da história da revolucionária banda de garotas pioneiras, que abriram a porta para tantas outras mulheres no rock.
Se mostra apenas uma fração da história,fazer o quê?A quem interessar possa, vale dizer que, apesar da enorme influência das Runaways merecer um filme maior, a trilha tem muito David Bowie, Iggy Pop, Sex Pistols, uma pitada de James Brown e, é claro, ch-ch-ch-ch-cherry bomb até o osso!
Se recomendo?Quem gosta de cinebiografia, e de rock, não pode perder.
Abraço.

0 Leitor@s:

Ocorreu um erro neste gadget