Eventos Feministas

29 setembro 2010

MTV: Admirável Mundo Novo?




Agora eu sei:não estou ficando. Fiquei velha. Podem me chamar de tia,prometo, vou tentar me acostumar.

É que há exatos 5 anos atrás, eu era viciada na MTV...assistia ansiosa, principalmente para copiar e adaptar alguns “visús” para mim...Ainda se diz visú? E shape? Ah...Deixa pra lá!
O negócio é que parei para assistir esses dias e...mas que porcaria a MTV!!!Creeedo!Quanta bobagem...(e já adianto:minha filha já está proibida de assistir esse lixo!)


E olhando para trás, realmente, eu não era nada seletiva...gostava de excrementos culturais como Beaves e Butthead...uma animação que exaltava as virtudes de se ser um completo imbecil, perigosamente ignorante. Era a defesa do comportamento bizarro. Ser educado era nada mais que um sinal de fraqueza social. “E viva a delinquencia juvenil!!!!”


Houve também o surgimento do “gangsta rap”,que vestido com os melhores tecidos disfarçava o cheiro de hipocrisia, adicionando ainda imagens de pornografia, imagem do “homem-cafetão”, e da incitação a violência.

E o que dizer de Jackass? Knoxville é o protótipo perfeito da geração X, do qual faço parte (28 anos) . Ele não tem consciência do que faz,nem inteligência,foco ou disciplina. Sua vida é completamente dispensável, e a MTV sempre esteve ao lado deles para cada capítulo de suicídio de baixa velocidade. “Se matem, jovens!O mundo não precisa de vocês!”Será?

E o que dizer se "My Super Sweet 16?"
Um documentário baseado em personagens da classe média-alta americana,incluindo algumas famosas,que estão fazendo 16 anos e querem, invariavelmente, fazer a maior festa que sua cidade já viu.
Impressionam com a ostentação.Assim, seus "generosos"e muitas vezes incrivelmente pacientes pais, organizam grandes eventos para suas princesinhas.
Gastam geralmente a partir de U$250.000 em uma festa,para as garotas extremamente mimadas e fúteis...mas essas garotas, embora sempre fossem umas insuportáveis, instigavam uma inveja e um desejo de consumo incríveis...de tão irreais que pareciam suas vontades supridas, para uma simples mortal. Bom...”consumam-consumam-consumam!E sejam uns cocôs como garotas, para serem populares...”coisa que todo adolescente quer ser (popular).

Depois do AMP...todo jovem passou a gostar de música eletrônica, inclusive eu. Cada nova tendência incluindo um pacote completo:vestuário, música, artistas, comportamento...etc, resumindo: ”consumam!”

Mas a MTV finge responsabilidade social , se vende como “voz da juventude”, enquanto, na realidade, é apenas um canal vendedor. Com a diferença de não apenas suprir necessidades, mas criar as tendências que comercializam.

Tudo começa e termina na aparência na Imagem TV...qual jovem não tem seu vj preferido? Melhor:Qual não quer SER um?
Cada um, lógico, é uma caricatura "estranha" pensada em detalhes,porque "quanto mais tribos tiver, maior o leque de produtos a serem vendidos".
(Euzinha anotava as marcas das roupas das vjs que eu gostava...para copiar o “style”) canalzinho esperto esse...Malandragem TV...

Agora...O resumo do Wikippédia do incrível livro:Admirável Mundo Novo...

"Admirável Mundo Novo (Brave New World, na versão original em língua inglesa) é um livro escrito por Aldous Huxley, e publicado em 1932. Narra um hipotético futuro onde as pessoas são pré-condicionadas biologica e psicologicamente a viverem em harmonia com as leis e regras sociais, dentro de uma sociedade organizada por castas.

*A sociedade desse "futuro" criado por Huxley não possui a ética religiosa e valores morais que regem a sociedade atual.(Divirtam-se crianças!Beijem desconhecidos,de sexo diferente, ou igual,mas usem camisinha. Assim, qualquer orgia é válida e bacana! Sexosexosexo, ohhhhhhh, yesssssssss.)

*Qualquer dúvida e insegurança dos cidadãos era dissipada com o consumo da droga sem efeitos colaterais chamada "soma".(A Mtv tem todas as respostas para os jovens!Sería o novo Soma?)

*As crianças têm educação sexual desde os mais tenros anos da vida.

*O conceito de família também não existe."

Alguma semelhança com o canal jovem?

Pôxa vida...eu não sou moralista...mas não sei se toda a banalização sobre tudo, e o incentivo excessivo ao consumo desenfreado será positivo...no futuro.

Eu particularmente acredito que a mídia é o mais forte instrumento de condicionamento de massas, e me questiono se toda a erotização, violência e alienação da grande maioria dos jovens,desde a minha época, talvez não tenham sido “construídos” em parte pelo canal supracitado.

Mas é claro...Posso estar absurdamente errada...e ter virado uma completa “careta”.
........................................."M&;*$@"!
A expressão careta ainda existe???

Beijos da Tia Natacha...

9 Leitor@s:

Ana Cavalcantti disse...

Natacha hahahahah
Morri de rir minha velhinha !!!
Olha eu não tenho nem o que dizer...eu não vou falar um palavrão aqui, mas é isso que eu acho da MTV !!!!!!!!
Mas eu nunca fui fãããã, passava apenas, hoje me irrita ...é um coisa que acho que só quem tá drogado entende hahaha
Fez bem em já proibir sua filha ...aquilo é coisa de maluco desestruturado rs..esses dias estava comentando num post que tentava entender as vinhetas da MTV ...até isso é anormal lá rs
Beijoooooooooossssssssss

http://souferrofundido.blogspot.com/ disse...

Oi, queridaaa!Escrevi sobre MTV porque sei que pelo blog passam muitas adolescentes,mas mesmo na época que eu não desgrudava do canal, me intrigavam as propagandas sem nexo...ouvia dizer que continham mensagens subliminares (a única coisa que sei é que eles repetem muito o nome do canal)...mas também nunca entendi...Bjão!

Gabe disse...

Cara, então... eu não sou fã da MTV; supostamente, o canal deveria ser autêntico, mas é muito vendido. Por exemplo, quando foi lançado o filme Crepúsculo, eles fizeram a maior divulgação. Agora que virou modinha - exatamente o que queriam - eles zoam pra cacete a saga. Mas é isso aí, no fundo eles são um canal autêntico, só que se venderam pro sistema. Acontece, né? Mas eu também não gosto muito de MTV atualmente. :/

http://souferrofundido.blogspot.com/ disse...

Obrigada, Gabe!Eu queria mesmo saber a opinião de uma mocinha esperta como vc!Valeeeeeeu!

http://doquequiserfalar.blogspot.com/ disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk... Engraçado seu texto, me identifiquei muito, um amiga que me perturba me fle que esse mês foi o VMB - Aaaah o VMB esperávamos o ano inteiro pra assistir, com uns 12 ou 13 anos eu até gravava na fita cassete, enfim essa minha amiga me fez sentar pra assistir uma parte, o RESTART (não sei se é assim que se escreve) ganhou uns 5 prêmios, meu Deus, essa é a premiação do pop rock brasileiro? Uns adolescentes coloridos e viciados em internet que cantam chorando e ficaram famosos pelo Twitter? Só a nível de curiosidade, eu tenho 19 anos, e já internalizei que daqui pros 22 eu me afundo numa crise de meia idade, rsrsrs, mas antes disso, eu reuno uns 10 ou 15 revoltados e declaro guerra ao pós modernismo... Última observação, não sou nem de longe moralista ou careta (e sim, a palavra ainda é usada, rsrsrs)

http://souferrofundido.blogspot.com/ disse...

Nane...temos opiniões meio parecidas, né?
Espero que você não se afunde numa crise de idade, mas...sendo críticas como somos, parece-me que não temos muito como fugir "dessa fase"...boa sorte!rsrs.

http://doquequiserfalar.blogspot.com/ disse...

kkkkkkkkk, fatídico Naty, saudade do senso comum, rsrs

Viviane Camacho disse...

Adorei seu blog e especialmente esse post. Eu tb adorava a mtv quando era criança. Agora com 26 anos acho tudo meio ridiculo. Acho que as unicas emissoras de Tv que prestam são a cultura( SP) e tv educativa(RJ). Isso em rede aberta. Estou até pensando em me desfaser da minha televisão, não me faz muita falta. Posso continuar lendo jornal diariamente, e assistindo filmes no computador. Se bem que para quem tem canal por assinatura até acho valido. Gosto de alguns programas do dscover chanel, history e people and arts. É pensar que por volta de 1997 eu não perdia um VMB, Ema ou VMA. Hoje em dia estou por fora de tudo que diz respeito a MTV. Não conheço nada dessa modinha emo é colorfull!!! A unica coisa que eu sei é que esse tal de Fiuk existe por que é filho do Fabio Jr é a Globo esta investindo pesado para torna-lo ídolo da juventude. Para ser sincera só sei que ele existe por que está na capa de todas as revistas de fofoca, tipo aquelas que lemos a espera do atendimento do dentista ou no salão de beleza. Agora não faço nem ideia do que ele canta. Provavelmente, se tivesse 14 anos seria mais uma fãzinha dele com direito a poster na parede do quarto. Da mesma forma que fui fã do Ricky Martin, shakira( morena) e spice girls quando tinha essa idade.
Ahh eu tb gravava varios eventos da mtv !!!

http://souferrofundido.blogspot.com/ disse...

Viviane:Também gosto de canal por assinatura,mas no final das contas, penso que foi mais o susto por não gostar mais, de algo que já gostei tanto, que me fez escrever.Mas quem sou eu para apedrejar?Os jovens gostam mesmo, eu gostava!
Ahhhhhhhh!E obrigada pelo comentário, apareça mais vezes.

Ocorreu um erro neste gadget