Eventos Feministas

28 julho 2010

Profissão Dona-de-Casa





NINGUÉM 
MERECE!


 "Dona-de-casa é o termo, em Direito do Trabalho e previdenciário que define a mulher que, casada ou não, trabalha exclusivamente para a família não exercendo atividade  remunerada  ou esta não pode ser considerada habitual e principal.

 A renda familiar provêm do trabalho de outro elemento do núcleo familiar (o esposo, filhos, irmãos, etc).
 Dentre os trabalhos efetuadas pela dona-de-casa, tem-se:
  • manter a casa limpa e organizada, realizando esse trabalho pessoalmente, ou delegando essa tarefa a outra pessoa (normalmente, uma mulher!!!);
  • fazer compras para atender as necessidades da casa;
  • preparar o cardápio e fazer as refeições da família;
  • comprar e cuidar das roupas de todos os membros da família;
  • "supervisionar a educação dos filhos";
  • organizar diversão para a família. 
 "Fazem pouca coisa...!"

Legislação no Brasil

 A profissão, no Brasil, é regulamentada pela Lei 8.213, de 24 de Julho de 1991, para fins de Previdência Social. A lei assegura-lhe alguns benefícios já garantidos aos demais trabalhadores, como aposentadoria por invalidez, por idade* e por tempo de serviço. 

 Para fazer jus a direitos como auxílio-doença, precisa ter no mínimo 12 meses de contribuição previdenciária; para receber o salário-maternidade, são necessários dez meses.

*Ressalta-se que a aposentadoria por idade ocorre aos 60 anos; por tempo de serviço, após 30 anos de contribuição previdenciária."'
(fonte:Wikipédia)

Todas as casas são e têm a estrutura de uma empresa qualquer. Concorda?

 Têm variações no porte... podem ser micro, pequena, média, ou  grande empresa. E TODAS precisam de um planejamento, investimento,  e de follow-up.

  Requerem geração de receitas - para cobrirem as despesas.Têm entrada e saída, estoque, bens imóveis. Bens móveis...
 Necessitam de uma folha de pagamento, ainda que você não tenha funcionários domésticos.


 E o seu salário, dona-de-casa, como administradora?
 Necessita ainda de uma contabilidade, para verificar balancetes e balanços.

Demanda de investimentos diversos... e é bom que dê lucro! As formas de mensuração de lucros são  quase infinitas, dependendo do ponto--de-vista.

 E a dona-de-casa não é apenas dona-de-casa...quem dera fosse só uma espécie de "manda-chuva" que OS outros obedecessem!
 Como não tem lei para definir isto, vou aqui tomar a liberdade de identificar profissões reconhecidas e suas funções...


Em quantas  funções as donas-de-casa se enquadram?
MULHERES SÂO CHEIAS DE ESCOLHAS A FAZER(MAITENA)

1) Uma dona-de-casa  precisa ser também, quando casada, (seguindo esta imposição cultural) "amante", definida nesse caso como a troca consciente de favores sexuais por interesses não sentimentais, afetivos ou prazer. 

2)Educadora...Ela é mãe...e no Brasil, independente de ser casada ou não, isto é sinônimo de responsabilidade TOTAL pela educação da criança, na maior parte das famílias, porque AQUI a maioria dos homens é machista.

3)Pode contribuir como Psicoterapeuta, utilizando meios psicológicos para atingir um fim específico como a cura ou diminuição do sofrimento dos membros da sua família.
4)Enfermeira desenvolvendo de forma autônoma, ou em equipe , atividades de promoção da saúde de forma preventiva ou para tratamento;


5) Higienista, utilizando técnicas para evitardoenças infecciosas, usando desinfecção, esterilização, e outros métodos de limpeza, com o objetivo de conservar e fortificar a saúde. 

6)Pode ter o papel de um RH decidindo qual "alinhamento" de políticas é mais importante  com a estratégia da organização; 

7)Exerce também afunção de redator-chefe, onde DEVE SER criativo em parceria com o diretor de arte. Em conjunto, formam a dupla de criação, pai e mãe, uma equipe encarregada de transformar em ideias o posicionamento definido pela agência (família) para atender à necessidade apontada pelo marketing do cliente.


8)É recomendável que possuam carteira de habilitação, pois é importante que sejam também motoristas.


9)Relações Públicas, administrando as interações entre públicos diversos... Capacitado, então, para planejar, organizar, decidir, executar e controlar atividades que envolvam diretamente o processo de comunicação.E a imagem da empresa com o público externo.

 As donas-de-casa ainda podem ser conciliadoras de conflito, árbitro muitas vezes...etc.etc.etc.


Tudo sem direito a um tostão no fim do mês.

 ALÉM DAS QUE  trabalham fora TAMBÉM E TEM QUE SE DESDOBRAR EM MIL POR DIA!!!


  Porque Nada...absolutamente nada, difere a organização de uma casa com a de uma empresa, ninguém merece " ralar tanto" e não receber NADA.

1 Leitor@s:

Amanda disse...

Que coisa mais ridícula! Não fazemos nada?? Por que os "chefes da casa" não trocam de lugar com a gente então??

Ocorreu um erro neste gadget